Estatísticas

O trabalho infantil é um dos mais graves problemas do país e também é um problema a ser enfrentado em várias partes do mundo.

Acesse já o Mapa do Trabalho Infantil, página interativa exclusiva com gráficos e diversas opções de busca sobre a situação do trabalho infantil nos Estados do Brasil.


Cenário nacional

De acordo com os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD Contínua) sobre Trabalho de Crianças e Adolescentes, em 2019, havia 1,768 milhão de crianças e adolescentes de cinco a 17 anos em situação de trabalho infantil, o que representa 4,5% da população (40,1 milhões) nesta faixa etária.

A maior concentração de trabalho infantil está na faixa etária entre 14 e 17 anos, representando 78,7% do total. Já a faixa de cinco a 13 anos representa 21,3% das crianças exploradas pelo trabalho infantil.

Segundo o Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI), o número de crianças e adolescentes negros em situação de trabalho é maior do que o de não negros. Os pretos ou pardos representam 66,1% das vítimas do trabalho infantil no país.

Abaixo, publicamos os números da violação no Brasil: